Compra de imóvel

Qual tipo de apartamento é o melhor para você?

Tá pensando em comprar a casa própria e mudar de vida? Então você precisa ler o que nós preparamos. Para aqueles que já se decidiram e resolveram aplicar os seus esforços e investimentos num apartamento surge a questão: Mas qual deles combina mais comigo?, Um lugar menor se encaixa no meu estilo? ou Existe mesmo diferença entre um loft e uma quitinete?

Nós entendemos muito bem e respeitamos essa incerteza. O processo de seleção por uma moradia que representa não somente uma transformação de um sonho em realidade como também um lugar que expressa a sua personalidade pode ser desgastante e repleto de insegurança. Para resolver de uma vez essas dúvidas, separamos algumas dicas (com imagens) que vão facilitar a distinção entre o tipo de apartamento perfeito para você não se equivocar e evitar arrependimentos.

O tipo de apartamento escolhido define o proprietário. Conheça os principais:

Quitinete

Os amantes de imóveis pequenos vão gostar do que uma quitinete oferece. Elas são compactas, não chegam a passar dos 40m² e não custam tão caro. Em compensação, para quem tem muitos imóveis e valoriza a divisão dos espaços, a alternativa talvez não agrade muito. Alguns pontos ajudam a entender se esse tipo de apartamento condiz com o seu dia a dia.

Limpeza – facilitada por conta do ambiente ser menor. Se a mobília não for tão grande, uma simples vassoura e um pano de chão costumam resolver;

Decoração – rápida por causa da estrutura reduzida. Devido aos custos baixos/acessíveis do próprio local, fique alerta para a qualidade da estrutura. Sabe o ditado O barato sai caro? Pois é. Olhe tudo!;

Comodidade – prejudicada (se você possui bastante coisa). Só há divisórias, na grande maioria, nos banheiros.

Loft

Muito parecido com o conceito de uma quitinete, um loft abusa um pouco mais do espaço. A história nos mostra que a essência nasceu ainda na década de 70, em Nova York (EUA), quando antigos galpões foram reformados para serem utilizados como moradia. O tempo passou, a ideia foi aprimorada e, hoje, os lofts demonstram um status diferenciado, ótimo para publicitários, artistas e demais profissionais com uma vida agitada. Modernidade resume bem esse tipo de apartamento.

Família – pessoas solteiras vão se dar bem aqui, mas famílias completas (com mais de três membros), provavelmente, desaprovariam. O ambiente é amplo, mas para quem vive sozinho;

Acessibilidade – contemporâneos e cheios de elegância, os preços mais elevados assustam aqueles que desejam poupar um dinheirinho para futuras emergências;

Design – o maior destaque de todos agrega, inclusive, a possibilidade de mezaninos para comportar os quartos e o banheiro e, de quebra, dá uma levantada no visual.

Duplex e Triplex

Definitivamente, eles foram feitos para as pessoas que demandam demasiado espaço. O primeiro é um tipo de apartamento compreendido como uma extensão do modelo padrão, com um andar a mais e, geralmente, possuem dois dormitórios ou três. O segundo, da mesma forma, combina satisfatoriamente com uma turma da pesada que não admite acomodações apertadas, só que com mais um andar em relação ao Duplex, ou seja, três pisos.

Valorização – item essencial, quando se fala em revenda, a gente sabe que os planos da casa própria envolvem, sim, uma estadia longa, mas no decorrer dos anos, os projetos podem mudar, então é sempre bom estar preparado;

Luz natural – para os moradores de triplex, principalmente, há uma chance de conseguir um lugar ao sol. Nos dias de intenso calor, vamos concordar que uma cobertura é uma ótima pedida, ainda mais se vier acompanhada de uma piscina.

Custos – são bem altos. Como o ar que nós respiramos é uma das únicas coisas de graça, viver numa belezinha dessas tem o seu preço. Portanto, prepara-se para abrir a mão e esvaziar os bolsos.

Flat

Já imaginou unir as delícias de um excelente serviço de quarto aliado ao conforto e pessoalidade de uma casa só sua? Se sim, então você pensou num flat. Esse tipo de apartamento não pode ser confundido com um hotel, hein? Ele apresenta uma fusão dos dois negócios e apresenta uma facilidade a mais para aqueles que querem desfrutar de uma vida regada a comodidades.

Serviços básicos – não se preocupe com a limpeza e a alimentação, basta apenas um telefonema para uma solução. Alguns empreendimentos chegam a disponibilizar massagem e personal trainer. Legal, ?;

Valores – altos para um estudante que deseja sair da casa dos pais e está em busca da independência financeira, por exemplo;

Família – pode ser uma boa alternativa para os pais (pequenas!) que não dispõem de tempo suficiente para cuidar dos filhos.

Padrão

O queridinho da galera é o tipo de apartamento mais encontrado no nosso mercado imobiliário. Suas principais características são a existência de divisões internas como sala e cozinha. Costumam ser vendidos pelo número de quartos que possuem e pelos benefícios que integram. Alguns deles são:

Segurança – muros altos com cercas elétricas são a prioridade. Além disso, guaritas com vigilantes durante 24h e câmeras proporcionam um plus (+) em relação à integridade da sua família;

Localização – eles ficam em regiões privilegiadas repletas de atrações culturais e estabelecimentos comerciais como supermercados, padarias e academias;

Bem estar – pois englobam dentro das áreas comuns quadras de esporte, piscinas adulto e infantil, espaços fitness e kids e churrasqueira;

Custos – por conta de um acesso ao crédito facilitado, ter a sua própria casa e largar de vez o aluguel ficou mais fácil.

Outras alternativas:

Studio – tipo de apartamento com dormitórios privativos, cozinha americana interligada ao espaço social e serviços como lavanderia e cafeteria (cobrados à parte!).

Giardino – apartamento padrão localizado no térreo com saída para ambientes externos como quintal ou jardim.

Gostou do nosso conteúdo? Então acesse agora a nossa matéria completa sobre financiamento para comprar a sua casa própria sem prejudicar os seus rendimentos.

Post a Comment