Compra de imóvel

5 dicas para escolher a casa própria sem erros

 

Quem sonha em largar de vez o aluguel deve saber muito bem as informações que precisa ter para escolher um apartamento que caiba perfeitamente no bolso e combine com o estilo da família. Antes de realizar, de fato, a compra, é necessário entender alguns itens para não perder a paciência e, principalmente, dinheiro.

Tempo de leitura: aproximadamente 5 minutos

Você vai ler sobre: 

  • Visão geral da situação;
  • Dicas para escolher a casa própria ideal.

Transformar o que é apenas uma ideia em realidade mexe com a imaginação de muita gente. Quando falamos no desejo de tirar da ponta do lápis algo tão importante como adquirir uma casa a responsabilidade quanto a esse objetivo aumenta bastante, isso porque o plano envolve um investimento de longo prazo, o que significa que uma decisão errada pode comprometer significativamente todo o projeto. Nessas horas, é sempre bom contar com algumas dicas para facilitar o processo de escolha da casa própria que se adeque às preferências de todos.

Dicas para escolher a casa própria ideal

Segurança

Claro que nós não poderíamos deixar de falar sobre ela. Mais importante que a compra da casa própria é a integridade das pessoas que você ama. Por essa razão, avaliar bem a segurança pelos lados de dentro e de fora do muro é um cuidado primordial. Nem sempre é possível avaliar a periculosidade da região no momento de visita ao local, porém com uma boa pesquisa na internet fica bem mais fácil de entender por que motivos a área está recebendo tal empreendimento, por exemplo, ou se a taxa de criminalidade é alta. Para evitar surpresas não tão positivas logo após a mudança, é sempre válido também conversar com os moradores da vizinhança, em todos os períodos do dia. Cercas elétricas e guarita com vigilantes 24h também são essenciais.

Localização

Casa comprada, família feliz, chegou a hora de comemorar. Mas não tem nada perto! Já imaginou a situação? Pois é! A importância da compra da casa própria numa área privilegiada tem tudo a ver com o estilo dos integrantes. Procurar por um apartamento num bairro longe de tudo pesa tanto quanto ter um teto para morar. E mais uma vez: a escolha é subjetiva. Se você tem filhos e eles, preferencialmente, necessitam estudar perto de casa até mesmo para ajudar na volta para casa, então por que viver num bairro conhecido por ter diversos hotéis? Da mesma forma, se você é solteiro ou possui um(a) companheiro(a) e tem uma vida mais badalada e voltada para gastos de casa, uma boa pedida seria optar por uma região conhecida pelos seus estabelecimentos comerciais. Estude as linhas de ônibus que passam pelo local ou as melhores rotas para se livrar dos horários de pico no trânsito.

Possibilidade de valorização

Muito relacionado à importância da localização, a possibilidade de valorização do seu imóvel depende do ritmo de crescimento da área que você escolheu para viver. Na prática, isso quer dizer que não dá para esperar que o seu apartamento valha mais do que na época em que você comprou, se a região não apresenta perspectivas de crescimento satisfatórias. Moradias próximas a grandes centros de compra como os shoppings e as feiras municipais costumam ser melhor vistos do que aqueles que te obrigam a pegar um carro para comprar uma simples caixa de leite. Preste atenção ainda para as características das casas ao redor. Caso elas passem uma imagem de deterioração, então é melhor ficar longe.

Padrão familiar e comodidade dos espaços

Nós sabemos que não dá para prever o futuro. Entretanto, como já falamos mais acima, a decisão de comprar a casa própria abrange objetivos de vida para um longo período de tempo até porque não é todo dia que adquirimos um apartamento, por exemplo, não é? Então pensar em pontos como Minha família vai crescer? Pretendo ter filhos? Se sim, como poderemos viver dentro daquele espaço? é super importante para definir a sua jornada de decisão. Considere imaginar diversas situações como essa para poder entender, inclusive, como os espaços poderiam ser aproveitados a partir de uma mudança tão radical quanto ter um bebê.

Preço acessível

Mesmo em último lugar, essa dica não pode ser encarada como algo menos importante. Sabe por quê? Pelo seguinte motivo: se o seu bolso não é capaz de comprar aquele imóvel, com ele também se vão a máxima proteção, a melhor localização, a chance de apreciação da casa e a comodidade de um espaço pensado para o padrão da sua família. Respeite as suas condições, procure alternativas que sigam de acordo com o seu nível financeiro para evitar dores de cabeças no futuro.

Gostou do conteúdo? Então continue navegando e veja aqui no nosso blog ‘O que você precisa analisar antes de comprar um imóvel‘.

Post a Comment